Como começar a estudar

abril 13, 2017


Boa noite, pessoal!

Uma das perguntas que mais me fazem lá no instagram é "como começar a estudar?". Assim como todo mundo que quer estudar para concurso, eu também me fiz essa pergunta várias vezes. E depois de muitos começos e recomeços, cheguei a algumas conclusões que vou compartilhar com vocês aqui. Só queria deixar claro que essas são apenas as minhas impressões. Muita gente pensa e faz diferente. 

Acho que o primeiro passo pra começar a estudar para concurso é estabelecer um objetivo, escolher uma carreira. Não adianta atirar para todos os lados e querer fazer todos os certames que abrem. Cada prova traz suas especificidades. E se você for estudar para cada edital que aparece, não vai conseguir estudar direito para nenhum. A palavra aqui é foco. 

Não to falando que você deve se fechar para outras carreiras. Às vezes acontece de você estar estudando para um determinado concurso e abrir um outro que também te interesse. E aí, não dá pra deixar a oportunidade passar, não é? Falo isso porque foi o que aconteceu comigo. Não uma, mas duas vezes. Estudava para analista e abriu concurso para escrivão da PC. Fiz e passei. Estudo para a magistratura e abriu DPE. Fiz e também passei. Mas para isso acontecer, as matérias dos dois concursos precisam ser afins, entendem? 

Bom, escolhida a carreira, acho que o próximo passo é procurar se informar sobre o concurso. Como foram as últimas provas? Quais as matérias cobradas? Qual o nível de dificuldade? Costuma cair mais lei seca, jurisprudência, doutrina? Para isso, é fundamental analisar as provas anteriores. Uma dica que dou é pegar uma prova passada para resolver. Assim você pode medir seu nível de conhecimento sobre as matérias cobradas. E você vai descobrir suas maiores deficiências e facilidades e saber no que precisa dar mais ou menos atenção. 

Feito isso, acho interessante buscar um cursinho voltado para a carreira escolhida. Assistir todas as aulas com muuita atenção e montar seu material. Confesso que isso foi uma coisa que não fiz logo quando comecei a estudar e hoje me faz MUITA falta ter um material meu. Eu sei que existem muitos cadernos por aí sendo vendidos e cursos que oferecem material "pronto", mas, sinceramente, o melhor material é sempre o nosso, que a gente pode confiar de olho fechado.

Uma bibliografia bem escolhida também é fundamental para acompanhar e aprofundar o conteúdo dado nas aulas. Ler os livros e complementar o seu material do cursinho é uma dica de ouro que vai facilitar todo seu processo de revisão. 

Falando em revisão, elas são essenciais no estudo para concurso. Junto com os exercícios, com a lei seca e, dependendo da prova, com a jurisprudência. O estudo precisa ser completo. Eu considero que isso foi o grande diferencial na minha aprovação na primeira fase da DPE. Em um mesmo dia, eu revisava a matéria, lia a lei seca relacionada, a jurisprudência e resolvia as questões.

Se você não tem tempo ou condições de comprar um cursinho, ou acha que já tem uma base suficiente, vá direto para a leitura da bibliografia e organize-se de uma forma que consiga conciliar a leitura com revisão, exercícios, lei seca e jurisprudência.

Bom, é isso, pessoal. Não há uma fórmula mágica ou método infalível para estudar. O processo é lento, muitas vezes, difícil, cheio de erros e acertos. Claro que um estudo estratégico pode te economizar algumas "horas bunda na cadeira". Mas, no mais das vezes, o que existe mesmo é esforço, dedicação e disciplina.

You Might Also Like

3 comentários

  1. Oii!
    Minha dúvida é a seguinte: por que vc acha que deve se fazer o cursinho antes da bibliografia? Não é melhor ler os livros, estar a par do conteúdo e depois assistir as videoaulas de forma mais ativa, como uma forma de revisão e eximir dúvidas com os professores? Ou vc acha melhor pegar essa noção geral no cursinho para depois aprofundar com mais facilidade nos livros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Susan. Como as aulas de cursinho costumam ser menos aprofundadas do que os livros de doutrina, eu acho que as aulas seriam um primeiro passo antes de entrar no conteúdo mais afundo, como forma de tornar a leitura dos livros mais fácil. Mas o contrário, como você falou, também funciona. O que eu quis dizer, é que é importante um estudo conjugado dos dois: o cursinho para você formar seu material, e a leitura dos livros para aprofundar nos assuntos.

      Excluir
  2. Boa Tarde!
    Como você organizava seu dia-a-dia?
    Sou muito desorganizada e sei que essa é minha maior dificuldade. Quero começar pra valer, mas além de desanimar rápido, não tenho, como você chama, um "estudo estratégico".
    Sucesso!

    ResponderExcluir

Popular Posts

Follow by Email